Será que você tem rosácea?

Será que você tem rosácea?

Se você apresenta pele clara, bochechas constantemente vermelhas e ao ingerir determinados alimentos com condimentos ou alguma bebidas alcoólicas ou mudar de ambientes com diferentes temperaturas ou ainda quando estressado sente um calor intenso e vermelhidão na face, pode ser que você apresente um quadro de rosácea.

Esta pode ser a forma inicial da rosácea, que é muito mais comum do que se imagina. Com a piora clínica a pele pode apresentar lesões muito semelhantes às da acne como pápulas e pústulas. Nos casos mais graves pode haver aumento de determinadas estruturas da face como o nariz e o queixo, as chamadas fimatoses.
A rosácea é crônica e o tratamento é de longo prazo, porém o controle deve ser feito pelo dermatologista com tratamentos orais, tópicos e luzes para alcançar uma pele saudável e bonita!

 

Profª Dra Luciana Lisboa Faucz

Dermatologista

CRM – 24150

Outono

Outono

A chegada do outono nos traz o clima ideal para cuidarmos da pele e revertermos alguns danos causados pelo sol durante o verão.
A menor exposição solar e as temperaturas mais amenas trazem mais conforto para a realização de procedimentos dermatológicos mais invasivos, e mais eficazes , como lasers e peelings. Os produtos de uso em casa também precisam ser substituídos nesta época.

Aberta a temporada do cuidado com a pele!!!

 

Dra Luciana Lisboa Faucz

Dermatologista

CRM – 24150

 

Você sabe o que é bromidrose?

Você sabe o que é bromidrose?

É o suor corporal com odor desagradável.

Ocorre principalmente nas axilas, virilhas e pés e pode causar grande transtorno psicológico, pois o odor pode ser sentido por outras pessoas próximas. Principalmente após a puberdade devido à influências hormonais e pode estar ou não associado ao excesso de suor, a hiperhidrose axilar.
O tratamento deve ser feito com medicações tópicas, visando alterar algumas características do suor e diminuir a hiperproliferação bacteriana local.

Dra. Luciana Faucz

Entre em contato e agende sua consulta!
|41| 3343-5227

Ou se preferir clique aqui e abrirá automaticamente
nossa conversa no WhatsApp 

Av. 7 de Setembro, 4698 Sala 2101 – Batel – Ctba – PR.

Unhas encravadas? Um problema mais comum do que imaginamos

Unhas encravadas? Um problema mais comum do que imaginamos

A unha encravada, também chamada onicocriptose, ocorre principalmente nas unhas dos pés, no primeiro dedo, mas pode ocorrer em todos os dedos dos pés.  Causa muita dor e atrapalha a qualidade de vida, porque nos casos mais graves, não é possível sequer calçar sapatos. 

A causa mais comum é o corte errado das unhas. Muitas pessoas cortam os cantos das unhas de forma errada e quando a unha cresce, influenciada principalmente pelo uso de sapatos, penetra na pele e no tecido periungueal provocando inflamação e dor. Na maioria da vezes o corte correto e algumas medidas conservadoras são suficientes para o tratamento, porém casos mais difíceis devem ser tratados cirurgicamente com excelente resultados.

Existem casos de unha encravada nos bebês, que nascem com dobras ungueais mais volumosas levando à uma predisposição para encravar as unhas. O uso de macacões que envolvem os pés e podem apertar as unhas pode ser um importante fator de inflamação.

Medidas simples e corte correto vão deixar as suas unhas sempre saudáveis!!!

Dra. Luciana Faucz

A Calvície feminina existe?

A Calvície feminina existe?

Sim. As mulheres também podem desenvolver a chamada alopecia androgenética feminina caracterizada pelo afinamento progressivo do pelo, também chamada miniaturização.

Existe uma herança genética onde ocorre uma transformação hormonal no folículo piloso com consequente diminuição progressiva do diâmetro do pelo até sua completa atrofia. Diferentemente dos homens, o padrão feminino é caracterizado mais comumente por alargamento da linha onde há o partido do cabelo e a mulher passa  a ter a sensação de que o couro cabeludo está mais “visível “  e os cabelos estão mais finos, especialmente quando amarra o rabo de cavalo. Para fazer o diagnóstico, o dermatologista deve fazer minuciosa pesquisa na história familiar, solicitar alguns exames de sangue para afastar outras causas orgânicas que também levam à queda de cabelos, realizar a dermatoscopia do couro cabeludo e , em alguns casos, a biópsia do couro cabeludo pode ser necessária.

O tratamento é feito com produtos tópicos, alguns medicamentos orais para impedir a indesejada conversão hormonal e também podem ser realizados métodos para a entrega de medicamentos diretamente na raíz do pelo, métodos chamado MMP, microinfusao de medicamentos pela pele promovendo um drug delivery, ou seja entrega da droga. 

O mais importante é o diagnóstico correto e o tratamento precoce da alopecia androgenética feminina, enquanto os fios têm a sua espessura normal. Procure um dermatologista membro da sociedade brasileira de dermatologia.

Dra. Luciana Faucz

Gravidez e as Mudanças na Pele

Gravidez e as Mudanças na Pele

O que muda na pele durante a gestação?

Durante as 40 semanas de gestação ocorrem muitas mudanças no corpo e também na pele da futura mamãe:
⁃ A tendência ao surgimento do melasma, mancha tão temida que pode ser influenciado pelos hormônios, deve ser evitada com o uso criterioso do filtro com fator elevado. Neste período alguns despigmentantes são contra indicados, porém o uso de vitamina C e outros antioxidantes deve ser feito
⁃ Surgimento de pintas escuras ou alterações das pintas antigas. O dermatologista deve acompanhar essas alterações de perto porque o melanoma pode ocorrer durante a gestação.
⁃ Escurecimento da pele da aréola e da mucosa vulvar. Geralmente clareiam após o parto
⁃ Surgimento da linha nigra. É o escurecimento da linha media do abdome. Pode persistir por alguns meses após o parto, mas involui sem tratamentos.
⁃ Piora ou início de lesões de acne. Os hormônios da gestação podem desencadear a acne. O tratamento é diferente da acne comum do adolescente.
Somente o dermatologista pode prescrever os produtos adequados sem prejudicar o bebê.

Aproveite esta fase, ela é preciosa e passa muito rápido!!!

Dias gelados e roupa suada???

Dias gelados e roupa suada???

Só quem tem Hiperhidrose axilar, excesso de suor nas axilas, sabe o que é isso!! A Hiperhidrose incomoda mesmo nos dias frios porque a transpiração excessiva não precisa do estímulo do calor. E o pior, a sensação de frio piora porque a roupa fica constantemente molhada! Os tratamentos com cremes e desodorantes são quase sempre ineficazes. A aplicação periódica da toxina botulínica nas axilas promove um resultado extremamente eficiente com grande melhora na qualidade de vida.

Chegou a hora de investir na sua pele!!!

Chegou a hora de investir na sua pele!!!

O outono e o inverno são as melhores épocas do ano para realizar tratamentos mais efetivos na pele. O uso de produtos mais eficazes como os ácidos, que renovam as células e estimulam colágeno, e os clareadores são muito bem indicados nestas estações onde a exposição solar direta como praia e piscina tende a diminuir. Pelos mesmos motivos os tratamentos mais intensivos, e também mais eficazes, como laser, microagulhamento e os peelings, são mais bem indicados nos meses de temperaturas mais amenas. Portanto esse é o momento ideal para tratar manchas, cicatrizes de acne, estrias e o envelhecimento precoce da pele.

Então não perca tempo!!!

Você sabe fazer o autoexame da sua pele?

Você sabe fazer o autoexame da sua pele?

Pois é, assim como no câncer da mama, o autoexame da pele é fundamental para diagnosticar precocemente o câncer de pele, especialmente o melanoma, o mais grave e letal de todos.

Mesmo que você tenha muitas pintas, o que às vezes dificulta observar o crescimento ou mudança de cor fique atento especialmente a alguns sinais como coceira e sangramento.

Nem todas as pintas que coçam ou sangram são cânceres de pele, mas quem vai dizer isto é o dermatologista, após minucioso exame físico e dermatoscópico da lesão.

Nos homens o melanoma ocorre muito frequentemente nas costas e na maioria das vezes é a parceira(o) quem observa que uma determinada pinta está “estranha”. Isso pode salvar uma vida!

Faça o seu check up anualmente com o seu dermatologista e treine seu olho para reconhecer possíveis mudanças na sua pele, afinal é o seu maior órgão e está literalmente exposto para ser cuidado e examinado por você!

 

autoexame