Manchas Brancas Solares

Manchas Brancas Solares

Manchas brancas solares, também conhecidas como sardas brancas são denominadas leucodermias gutatas e surgem após longo tempo de exposição solar em peles mais sensíveis. Estão mais localizadas nos braços e pernas e quando em número aumentado geram quadro de envelhecimento precoce da pele, especialmente quando associadas às melanoses solares ou as conhecidas manchas solares. 

Atualmente, é possível manter a pele dos braços e pernas com um aspecto mais saudável e jovem através de técnicas que associam a melhora da qualidade da pele e clareamento das manchas como peelings e lasers. As manchas brancas, antes consideradas como tendo um alto grau de resistência aos diversos tratamentos utilizados, já respondem satisfatoriamente à um novo método terapêutico denominado microinfusão de medicamentos pela pele que deve ser realizado exclusivamente pelo dermatologista. Nele é aplicada a medicação específica dentro da lesão onde a droga irá promover a repigmentação das manchas.

Permita-se usar camisetas e saias nos dias quentes! 

Você sabe fazer o autoexame da sua pele?

Você sabe fazer o autoexame da sua pele?

Pois é, assim como no câncer da mama, o autoexame da pele é fundamental para diagnosticar precocemente o câncer de pele, especialmente o melanoma, o mais grave e letal de todos.

Mesmo que você tenha muitas pintas, o que às vezes dificulta observar o crescimento ou mudança de cor fique atento especialmente a alguns sinais como coceira e sangramento.

Nem todas as pintas que coçam ou sangram são cânceres de pele, mas quem vai dizer isto é o dermatologista, após minucioso exame físico e dermatoscópico da lesão.

Nos homens o melanoma ocorre muito frequentemente nas costas e na maioria das vezes é a parceira(o) quem observa que uma determinada pinta está “estranha”. Isso pode salvar uma vida!

Faça o seu check up anualmente com o seu dermatologista e treine seu olho para reconhecer possíveis mudanças na sua pele, afinal é o seu maior órgão e está literalmente exposto para ser cuidado e examinado por você!

 

autoexame

Bronzeamento Artificial

Bronzeamento Artificial

Em  11 /11/2009 a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a utilização com finalidades estéticas das câmaras de bronzeamento artificial (resolução n° 641/2009). Baseado em dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) que afirma que a radiação ultravioleta tem potencial carcinogênico, ou seja a exposição às lâmpadas contidas nas câmaras podem causar câncer da pele. Há muito tempo os dermatologistas vêm alertando os pacientes com relação à gravidade da exposição às lâmpadas de bronzeamento artificial.
A radiação ultravioleta emitida pelas máquinas é a UVA- ultravioleta A, que apresenta uma penetração mais profunda na pele
provocando além do envelhecimento precoce, alteração no DNA da célula aumentando o risco de desenvolver câncer de pele. A exposição por 10 minutos nas máquinas de bronzeamento equivalem à aproximadamente 1  hora sob o sol sem qualquer proteção. Em pessoas com menos de 30 anos  o bronzeamento artificial aumenta em até 75% o risco de desenvolver o  melanoma, câncer de pele de altíssima gravidade com potencial para  metástases.
Câncer de Pele

Câncer de Pele

Existem mais comumente três tipos de câncer de pele: Carcinoma basocelular: Corresponde à maioria dos tumores malignos da pele. Geralmente localizado em áreas expostas ao sol e principalmente em pessoas de pele clara. Tem início como uma “feridinha” ou “carocinho”, o crescimento é lento, mas não cicatriza espontaneamente. Não costuma dar metástases (acometer órgãos internos), porém pode provocar destruição da pele e tecidos próximos como ossos e cartilagens dependendo do tempo de evolução.

Carcinoma espinocelular: É o segundo mais comum, tem um caráter mais agressivo e pode dar metástases principalmente aqueles localizados nas mucosas como os lábios. Também promove destruição local da pele. Pode ser precedido por uma área mais avermelhada e descamativa chamada ceratose actínica. Esta, se não tratada, poderá evoluir para um nódulo endurecido ou uma área ferida como uma ulceração. O tratamento é sempre cirúrgico com cura completa na grande maioria dos casos.

Melanoma: Mais grave de todos os tumores malignos da pele. Acomete mais pessoas de pele clara e com histórico familiar para este câncer, principalmente familiares de 1o grau. Pode iniciar-se como uma pinta que já existia e mudou de cor, tamanho, e outras características ou pode surgir sobre a pele sem nenhuma pinta antecedente. O diagnóstico deve ser o mais precoce possível, pois, se não tratado, evoluirá certamente com metástases e morte. O tratamento deve ser sempre cirúrgico. O auto-exame ajuda muito na cura porque aumenta as chances de diagnosticar o tumor numa fase precoce.

Envelhecimento das Mãos

Envelhecimento das Mãos

Pessoas de pele clara ou descendentes de orientais têm uma tendência maior de desenvolver um envelhecimento precoce das mãos. Podem surgir manchas escuras em número variado chamadas melanoses solares, aspecto enrugado com afinamento da pele e acentuação dos vasos sanguíneos. Lesões vinhosas decorrentes de mínimos e às vezes imperceptíveis traumas chamadas púrpuras senis de Batteman também podem ocorrer. A principal maneira de prevenir o envelhecimento precoce da pele das mãos é a proteção solar principalmente nas pessoas que trabalham em ambientes externos ou dirigem por várias horas durante o dia. Em casos selecionados indica-se o uso de luvas protetoras, especialmente as que têm filtro solar incorporado ao tecido.

Atualmente existem algumas técnicas de rejuvenescimento das mãos:

• Para as melanoses solares (manchas escuras) pode-se usar o Laser ou a Luz intensa pulsada com o objetivo de atingir a camada mais superficial da pele onde se encontram essas manchas. Os peelings químicos também podem ser usados em alguns casos selecionados.

•  Em casos onde há perda de densidade da pele com aspecto enrugado e “transparente”  pode-se fazer preenchimentos com substâncias como  o ácido hialurônico, o ácido poli-L-láctico  (Sculptra) e ainda a  gordura autóloga ou seja, da própria pessoa.

Não podemos esquecer que o cuidado com as mãos é tão importante quanto o cuidado com o rosto.

Portanto invista nelas!