Câncer de Pele

Câncer de Pele

Existem mais comumente três tipos de câncer de pele: Carcinoma basocelular: Corresponde à maioria dos tumores malignos da pele. Geralmente localizado em áreas expostas ao sol e principalmente em pessoas de pele clara. Tem início como uma “feridinha” ou “carocinho”, o crescimento é lento, mas não cicatriza espontaneamente. Não costuma dar metástases (acometer órgãos internos), porém pode provocar destruição da pele e tecidos próximos como ossos e cartilagens dependendo do tempo de evolução.

Carcinoma espinocelular: É o segundo mais comum, tem um caráter mais agressivo e pode dar metástases principalmente aqueles localizados nas mucosas como os lábios. Também promove destruição local da pele. Pode ser precedido por uma área mais avermelhada e descamativa chamada ceratose actínica. Esta, se não tratada, poderá evoluir para um nódulo endurecido ou uma área ferida como uma ulceração. O tratamento é sempre cirúrgico com cura completa na grande maioria dos casos.

Melanoma: Mais grave de todos os tumores malignos da pele. Acomete mais pessoas de pele clara e com histórico familiar para este câncer, principalmente familiares de 1o grau. Pode iniciar-se como uma pinta que já existia e mudou de cor, tamanho, e outras características ou pode surgir sobre a pele sem nenhuma pinta antecedente. O diagnóstico deve ser o mais precoce possível, pois, se não tratado, evoluirá certamente com metástases e morte. O tratamento deve ser sempre cirúrgico. O auto-exame ajuda muito na cura porque aumenta as chances de diagnosticar o tumor numa fase precoce.

Rosácea

Rosácea

Pessoas de pele clara ou descendentes de orientais têm uma tendência maior de desenvolver um envelhecimento precoce das mãos. Podem surgir manchas escuras em número variado chamadas melanoses solares, aspecto enrugado com afinamento da pele e acentuação dos vasos sanguíneos. Lesões vinhosas decorrentes de mínimos e às vezes imperceptíveis traumas chamadas púrpuras senis de Batteman também podem ocorrer. A principal maneira de prevenir o envelhecimento precoce da pele das mãos é a proteção solar principalmente nas pessoas que trabalham em ambientes externos ou dirigem por várias horas durante o dia. Em casos selecionados indica-se o uso de luvas protetoras, especialmente as que têm filtro solar incorporado ao tecido.

Atualmente existem algumas técnicas de rejuvenescimento das mãos:

• Para as melanoses solares (manchas escuras) pode-se usar o Laser ou a Luz intensa pulsada com o objetivo de atingir a camada mais superficial da pele onde se encontram essas manchas. Os peelings químicos também podem ser usados em alguns casos selecionados.

•  Em casos onde há perda de densidade da pele com aspecto enrugado e “transparente”  pode-se fazer preenchimentos com substâncias como  o ácido hialurônico, o ácido poli-L-láctico  (Sculptra) e ainda a  gordura autóloga ou seja, da própria pessoa.

Não podemos esquecer que o cuidado com as mãos é tão importante quanto o cuidado com o rosto.

Portanto invista nelas!

Envelhecimento das Mãos

Envelhecimento das Mãos

Pessoas de pele clara ou descendentes de orientais têm uma tendência maior de desenvolver um envelhecimento precoce das mãos. Podem surgir manchas escuras em número variado chamadas melanoses solares, aspecto enrugado com afinamento da pele e acentuação dos vasos sanguíneos. Lesões vinhosas decorrentes de mínimos e às vezes imperceptíveis traumas chamadas púrpuras senis de Batteman também podem ocorrer. A principal maneira de prevenir o envelhecimento precoce da pele das mãos é a proteção solar principalmente nas pessoas que trabalham em ambientes externos ou dirigem por várias horas durante o dia. Em casos selecionados indica-se o uso de luvas protetoras, especialmente as que têm filtro solar incorporado ao tecido.

Atualmente existem algumas técnicas de rejuvenescimento das mãos:

• Para as melanoses solares (manchas escuras) pode-se usar o Laser ou a Luz intensa pulsada com o objetivo de atingir a camada mais superficial da pele onde se encontram essas manchas. Os peelings químicos também podem ser usados em alguns casos selecionados.

•  Em casos onde há perda de densidade da pele com aspecto enrugado e “transparente”  pode-se fazer preenchimentos com substâncias como  o ácido hialurônico, o ácido poli-L-láctico  (Sculptra) e ainda a  gordura autóloga ou seja, da própria pessoa.

Não podemos esquecer que o cuidado com as mãos é tão importante quanto o cuidado com o rosto.

Portanto invista nelas!