Unhas encravadas? Um problema mais comum do que imaginamos

Unhas encravadas? Um problema mais comum do que imaginamos

A unha encravada, também chamada onicocriptose, ocorre principalmente nas unhas dos pés, no primeiro dedo, mas pode ocorrer em todos os dedos dos pés.  Causa muita dor e atrapalha a qualidade de vida, porque nos casos mais graves, não é possível sequer calçar sapatos. 

A causa mais comum é o corte errado das unhas. Muitas pessoas cortam os cantos das unhas de forma errada e quando a unha cresce, influenciada principalmente pelo uso de sapatos, penetra na pele e no tecido periungueal provocando inflamação e dor. Na maioria da vezes o corte correto e algumas medidas conservadoras são suficientes para o tratamento, porém casos mais difíceis devem ser tratados cirurgicamente com excelente resultados.

Existem casos de unha encravada nos bebês, que nascem com dobras ungueais mais volumosas levando à uma predisposição para encravar as unhas. O uso de macacões que envolvem os pés e podem apertar as unhas pode ser um importante fator de inflamação.

Medidas simples e corte correto vão deixar as suas unhas sempre saudáveis!!!

Dra. Luciana Faucz

Orelha Rasgada? Existe solução, SIM!

Orelha Rasgada? Existe solução, SIM!

Orelha rasgada e outros defeitos causados por brincos e alargadores podem ser corrigidos cirurgicamente.  Os lóbulos das orelhas podem sofrer traumas crônicos, como o uso de brincos pesados,  ou agudos como um puxão súbito e acidental do brinco por um filho pequeno. O uso dos brincos representa um forte marco de beleza na nossa cultura. Algumas mulheres referem sensação de “estarem sem roupas” se saem da casa sem brincos.

Muitas pacientes sequer sabem que podem voltar a usar os brincos após terem a suas orelhas “rasgadas”. A cirurgia dermatológica permite a correção destes defeitos das mais variadas formas com técnicas cirúrgicas mais delicadas e sofisticadas aonde é possível já sair da cirurgia usando um brinco estéril e a futura cicatriz ficará “escondida” embaixo dos futuros brincos.

Procure um cirurgião dermatológico!!!

 

Dra. Luciana Faucz

08.04 – Dia Mundial do Combate ao Câncer

08.04 – Dia Mundial do Combate ao Câncer

O câncer de pele é o tipo de câncer de maior prevalência no Brasil. Acomete mais frequentemente pessoas de pele e olhos claros, além de cabelos loiros e ruivos, por isso a região Sul é a que tem os maiores índices de câncer de pele no Brasil. Além disso, o histórico de queimaduras com bolhas na infância, além de familiares com passado de câncer de pele também são fatores predisponentes à este câncer.

A radiação ultravioleta B (UVB) tem o seu pico entre 10 e 16 horas e este é o horário em que se deve evitar o excesso de exposição solar. Porém, o que muitas pessoas não sabem, é que a radiação ultravioleta A (UVA) tem sua ação constante durante todo o dia, do momento em que o sol nasce até o sol se por. A UVA é a radiação responsável principalmente pelo envelhecimento da pele por atingir camadas mais profundas, destruindo alguns componentes de firmeza da pele como fibras colágenas e elásticas.

O uso adequado do protetor solar significa aplicar pela manhã e repassar ao meio dia e usar um FPS (fator de proteção solar) no mínimo 30 em quantidades adequadas. Em condições de maior exposição como praia ou piscina o uso deve ser a cada 2 horas ou após mergulhos e as peles mais claras precisam de um fator maior como o FPS 50.

Mas existe um conjunto de medidas de proteção solar, o protetor solar é apenas uma delas!

Os chapéus de abas largas (os bonés deixam parte do rosto exposta), óculos escuros para proteger a pele das pálpebras e os olhos contra cataratas, roupas adequadas e buscar a sombra. Estas medidas irão proteger a pele contra o câncer.

São essas pequenas atitudes que poderão  evitar uma cirurgia, as vezes mutilante,  ou até mesmo salvar uma vida!

DERMATOLOGIA CIRÚRGICA

DERMATOLOGIA CIRÚRGICA

• Cirurgias de tumores benignos e malignos da pele
• Biópsias
• Cirurgia das unhas
• Tratamento de verrugas
• Cirurgia de nevos (pintas)
• Correção de lóbulo de orelha bífida (partida)

SAIBA MAIS